quarta-feira, 8 de junho de 2011

Ancestralidade

Porque sou teu fruto
Teu salvo-conduto
pra pisar no infinito...

Porque sou da tua lavra
A esperada palavra
que explica o teu grito...

Te perdôo, te abraço
Aperto este laço
Te sou lá na frente!
E assim o teu braço
somado ao meu braço
alcança, finalmente,

Teu sonho distante
que eu sei, nesse instante:
É meu sonho também!

Porque sou teu futuro
Sigo além do muro
que você construiu...

Por ser teu horizonte
teu barco, tua ponte
pra vencer o rio...

Te perdôo, te abraço
Aperto este laço
tal qual a semente
que, com a força que resta,
abraça a floresta
que é sua nascente.

Riacho distante
do qual sei, nesse instante:
Sou afluente também.

(Rodrigo Sestrem)

4 comentários:

Airumã disse...

Lindo!!!
E Salve os nossos Ancestrais!!!

Nanã

Betha disse...

sempre inspirado !!!

Kaick Nascimento disse...

oi rodrigo
eu sou kaique vc conheceu na biblioteca da escola parque
vim te pedir para visitar o meu blog
kaicknascimento.blogspot.com

Sammille disse...

Meu Amigo Baiano,
Sempre me encanto com suas palavras tão bem escolhidas, e por nós acolhidas. Obrigada por escrever tão lindamente!Parabéns pelo trabalho do blog!
beeijos,
Sammille