quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Pelas rugas do rio (Música)

A pele é o pé, é o chão
rachados

Como se a gota de suor
que brota do chão
rolasse no chão
para desaguar no chão.

Feito lágrima seca
cavando um vão
rasgando a terra
cavando um vão

Pelas rugas do rio

Leito seco, Menino, com os olhos no mar
Poço fundo, Senhora, parindo esse chão

Pelas rugas do rio

Como fosse o planeta um corpo com fome
Como fosse o seu rosto o próprio sertão.

(Rodrigo Sestrem - Verônica Bonfim - Léo Pinheiro)

Nenhum comentário: